Falta água, sobra gás pimenta


PORTAL DA COPA 2

Entre borrifadas de gás pimenta no protesto em Brasília, vaias homéricas aos ilustres Dilma e Blatter, no entorno do estádio Mané Garrincha não se conseguia comprar água ou refrigerante nas barracas oficias da Fifa. Somente cerveja – Budweiser, patrocinadora da Copa das Confederações.Falha grave.

E a despeito das filas enormes, de nada além do interior dos estádios ter ficado a contento e da falta até de papel para as credenciais de imprensa, não é que o Brasil passou boa impressão ao mundo neste sábado. Impressão errada, ao menos historicamente, contudo positiva.

Ao vaiar os presidentes da Fifa e da República, nessa ordem, a galera que juntou grana para o programa no Mané Garrincha mostrou indignação ao se dar conta que pouco recebe em troca. Demoraram a vir, mas antes tarde. Fato é que qualquer um a tentar discursar naquele momento levaria o mesmo apupo retumbante. Porque jogo de futebol não é lugar de discurso.

Teria nossa excelentíssima, constrangida, comentado a um dos seus pares: “Cadê a educação desse povo”. Tivesse questionado ao microfone, ouviria o seguinte: “O governo não forneceu, presidente. Temos o Bolsa Família”. Passamos uma imagem de povo contestador, não de mal educados. Com tom primeiro-mundista. Que seja esse o legado das Copas.

Foto de Danilo Borges, do Portal da Copa.

CURTA NO FACEBOOK

SIGA NO TWITTER

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: