A torcida do São Paulo compareceu em massa ao Canindé. Porém, com más intenções. Ninguém foi poupado da ira gerada pela eliminação da Copa do Brasil. Nem Lucas. Com narizes de palhaço e bexigas amarelas (em alusão ao desempenho contra o Coritiba), os são-paulinos relegaram o jogo contra a Portuguesa ao segundo plano – ainda bem, diga-se,  pois o time perdeu de novo. “Leão, pede demissão”, gritavam, em uníssono (fato raro), as organizadas Independente e Dragões da Real.

Técnico, goleiro, presidente, todos foram “homenageados”. Denis “mão de alface”, Lucas “mentiroso”, Luis Fabiano (que nem jogou) ”pipoqueiro”, Juvenal “cachaceiro”. No mesmo ritmo, pediram o retorno de Paulo Miranda à Bahia e um minuto de silêncio em homenagem à “morte” de Casemiro. E, entre uma ofensa e outra, invocaram a memória dos ídolos Josué, Mineiro, Raí, Lugano, Cafu e…até do Fabão. Rogério Ceni também, claro. E do hoje rival Muricy Ramalho, treinador do Santos. Enfim, a galera tava nervosa.

SIGA NO TWITTER

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: