Caminho das pedras até Maradona


Choveu pedra no estádio General Pablo Rojas, o Olla Azulgrana. Guerra antes de Cerro Porteño 3 x 3 Santos, por vaga na final da Libertadores. Começou com garrafas pet e logo descambou para fragmentos de tijolos.

Pandemônio. Alguns santistas – com mulheres e crianças – foram embora antes do apito inicial. Quem ficou e estava perto da divisão das torcidas conseguiu se proteger sob escudos policiais. Quem estava longe voltou com hematomas.

No retorno, recompensa inesperada. Encontro e foto de Diego Maradona no avião. Estava com Mancuso, volante ex-Palmeiras e Flamengo, em conexão rumo às Arábias, onde vai encher o bolso como técnico.

Policiais usaram escudos para se proteger das pedras na divisão das torcidas

Clima tenso na entrada do estádio

SIGA NO TWITTER

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: